Estrelado por Mark Wahlberg, filme apresenta a comovente trajetória do boxeador Stuart Long e sua vocação ao sacerdócio

Há quem desista da fé e, por fim, desista de Deus. Mas, tivesse Deus desistido de alguém em razão de suas escolhas de vida, a Igreja jamais contaria com a herança espiritual de Santo Agostinho, por exemplo. Deus continua resgatando e transformando pessoas e suas histórias merecem ser conhecidas!

A Sony Pictures traz ao Brasil o filme “Luta pela Fé – A História do Padre Stu”, protagonizado por Mark Wahlberg e Mel Gibson, baseado na história real do padre Stuart Long.  Escrito e dirigido por Rosalind Ross, o drama ainda conta com Jacki Weaver no elenco e chega ao Cinesystem do Londrina Norte Shopping nesta quinta-feira, 2 de junho.

Embora não seja um filme religioso, Luta Pela Fé deve atrair especialmente o público católico por conta da mensagem de superação, vocação e espiritualidade. A trama é baseada na história real de Stuart Long, um ex-boxeador americano bastante controverso, mas que, em determinado momento, encontra no sacerdócio um propósito e sentido para sua vida.

Para atrair o público aos cinemas, os exibidores estão concedendo descontos para grupos, que podem chegar a 50% do valor da bilheteria local. Paróquias, comunidades e grupos podem obter mais informações sobre esse benefício através do WhatsApp 0800 403 0800.

Sinopse:

Baseado em uma história real, Luta Pela Fé: A História do Padre Stu é um drama inabalavelmente honesto, engraçado e edificante sobre uma alma perdida que encontra seu propósito em um lugar inesperado. Quando uma lesão encerra sua carreira no boxe amador, Stuart Long (Mark Wahlberg) se muda para Los Angeles sonhando com o estrelato. Enquanto trabalha como balconista de supermercado, ele conhece Carmen (Teresa Ruiz), uma professora católica de escola dominical que parece imune ao seu charme de bad boy. Determinado a conquistá-la, o agnóstico de longa data começa a ir à igreja para impressioná-la. Mas sobreviver a um terrível acidente de motocicleta o faz imaginar se ele pode usar sua segunda chance para ajudar os outros a encontrar o caminho, levando à surpreendente percepção de que ele deveria ser um padre católico. Apesar de uma crise de saúde devastadora e do ceticismo dos funcionários da Igreja e de seus pais distantes (Mel Gibson e Jacki Weaver), Stu segue sua vocação com coragem e compaixão, inspirando não apenas aqueles mais próximos a ele, mas inúmeros outros ao longo do caminho.

Escrito para a tela e dirigido por Rosalind Ross, e estrelado pelo indicado ao Oscar® Mark Wahlberg (Melhor Ator Coadjuvante, Os Infiltrados, 2006) como Padre Stu, junto com o vencedor do Oscar® Mel Gibson (Melhor Diretor, Coração Valente, 1995), a indicada ao Oscar® Jacki Weaver (Melhor Atriz Coadjuvante, O Lado Bom da Vida, 2012) e Teresa Ruiz (Narcos). O filme é produzido por Mark Wahlberg, Stephen Levinson e Jordon Foss e tem como produtores executivos Miky Lee, Colleen Camp, Patrick Peach, Tony Grazia e Rosalind Ross.

Trailer: